Jazz 6/6 review by Leonel Santos


Bernardo Sassetti Trio – Motion (CF 177)
Existe uma contradição em Bernardo Sassetti, um dos grandes pianistas de Jazz nacionais que, de há muito que não precisando provar nada a ninguém, foi atraiçoado pelo (merecido) sucesso de um disco, “Nocturno”, de 2002. Desde então, ele que é um dos mais profícuos músicos nacionais, parece procurar um som e uma personalidade que lhe fugiu por entre os dedos nos menos interessantes “Ascent” ou “Unreal”, mas que parece encontrar-se num classicismo que realmente tem muito a ver com Chopin, como por outro lado na forma feliz de sinestesia que realiza na música para cinema. “Motion” reflecte uma vez mais essa contradição ao recuperar o trio de piano Jazz mas sem lhe aproveitar a energia possível, hesitando entre o romantismo e o Jazz, abusando de tiques e clichés, e os momentos melhores são os mais «visuais», “O Homem Que Diz Adeus” ou “Vagabundo”, mas não deixam de ser interessantes o mais intimista “Homecoming Queen”, “Reflexos”, inspirado talvez em Philip Glass, e “Bird & Beyond” (digo eu que sou suspeito) a recordar como Sassetti não esqueceu.
http://jazz6por6.pt.to/

+ There are no comments

Add yours