Jornal de Letras review by Sofia Freire



Luís Lopes – Humanization 4tet (CF 105)

O espírito de abertura à criatividade e à comunicação entre os músicos, de forma livre, espontânea e intensa é uma das grandes virtudes da Jazz, senão mesmo toda a sua essência. Pois bem, é mesmo essa essência que aqui ficou registada, em Humanization 4tet. Um álbum do guitarrista Luís Lopes, que convida, a partir de composições suas, a uma sessão de improvisação totalmente livre. Esta é uma forma priviligiada em que ressalta toda a personalidade e qualidades dos músicos que o acompanham. O saxofonista Rodrigo Amado, assenta em terreno familiar, não apenas por estar a tocar entre amigos, mas pelo estilo livre, em si, que já o trata por tu. Continua a mostrar-se em grande forma e com o seu habitual fulgor gravoso habitual do barítono, mas aqui, com o tenor. Também os irmãos Aaron (contrabaixo) e Stefan Gonzalez (bateria), seguindo as passadas do pai, o referenciado trompetista, Dennis Gonzalez, mostram estar em casa, neste contexto de liberdade. A linha de improvisação de Luís Lopes revela-se num estilo de conversação curioso, com alguns toques minimalistas, rockeiros, e com uma carga de blues que consolida alguma sensualidade e o groove caloroso desta verdadeira humanização. A não perder!

+ There are no comments

Add yours