Publico review by Nuno Catarino


Nobuyasu Furuya Trio  – Bendowa (CF 159)
****
O japonês Nobuyasu Furuya, actualmente a viver entre Berlim e Lisboa, tem feito furor nos concertos pela chama incendiária do seu saxofone tenor: ao vivo é capaz de rugidos intensíssimos, capazes de assustar fãs de noise. Mas a arte do palhetista – Furuya toca saxofone tenor, clarinete baixo e flautas – não se resume à ferocidade; além de dominar diferentes instrumentos, o japonês utiliza uma variedade de diferentes técnicas. Acompanhado por uma dupla rítmica portuguesa, Hernâni Faustino no contrabaixo e Gabriel Ferrandini na bateria, tem neste trio uma plataforma segura para explorar um jazz aberto com ascendência no “free” e ligação directa a Peter Brötzmann – e que nos momentos extremos se aproxima da fúria de um Kaoru Abe. Mas é simultaneamente capaz de uma irrepreensível contenção “zen”, especialmente quando se aplica na flauta em delicados murmúrios. Neste álbum, “Bendowa”, homenagem a um monge do século XIII, o japonês tem o apoio inteligente de uma dupla lusa que não se limita a um papel de background: complementa e interage, reage e provoca. Ferrandini é talento bruto em ascensão (aqui está vibrante e atento) e Faustino tem uma performance especialmente rica, servindo-se do contrabaixo com criatividade.

+ There are no comments

Add yours